• PREVIG INFORMA | Notícias

    Você sabe quais as suas opções caso se desligue da empresa onde trabalha?


    Você, participante da PREVIG do Plano CD, pode continuar o seu planejamento previdenciário mesmo ao sair da Patrocinadora onde trabalha. Nesta ocasião, para tomar a melhor decisão, é importante conhecer todas as opções, levando em consideração o esforço feito para a poupança previdenciária até o momento.

    A primeira opção a ser pensada é a Aposentadoria.

    Ela consiste numa renda mensal de no máximo 2% do seu Saldo de Conta Total constituído e para solicitar é necessário observar o mínimo de cinco anos de tempo de vinculação ao plano e a idade de 48 anos para a Aposentadoria Antecipada e 60 anos para a Aposentadoria Normal.
     
    Como seguem as mesmas regras de cálculo, a diferenciação entre elas está na idade mínima exigida e no saldo de contas acumulado. Importante ressaltar que, ainda que não ocorra o desligamento formal da patrocinadora, existe a possibilidade da Aposentadoria por Invalidez, quando for este o caso. Para isso, basta ter no mínimo um ano de vinculação ao plano e ter direito ao benefício de aposentadoria por invalidez pela Previdência Social.

    Para quem ainda não está elegível ao benefício de aposentadoria, existem 4 opções:

    - Permanecendo vinculado à PREVIG:
    • Autopatrocínio - O Participante deve realizar, além das suas, as contribuições normais ao plano e despesas administrativas que seriam de responsabilidade da Patrocinadora. Essa opção, não requer tempo mínimo de vinculação ao Plano, e o participante define o salário de contribuição, limitado a 80% de uma Unidade de Referência PREVIG (URP).
    • Benefício Proporcional Diferido (BPD) - O Participante assume somente o custeio das despesas administrativas, incluindo a parcela que seria da Patrocinadora. Nessa opção, é facultado ao participante realizar aportes eventuais durante o período de diferimento. Para optar pelo BPD, é necessário no mínimo um ano de vinculação ao plano.
    - Perdendo o vínculo com a PREVIG:
    • Portabilidade - É a transferência do Saldo de Conta Total do Participante para outro Plano de Benefícios de caráter previdenciário. Essa opção requer no mínimo três anos de tempo de vinculação ao plano.
    • Resgate - É a opção em que o participante resgata 100% do seu Saldo de Contas e poderá resgatar até 100% do Saldo de Contas parte patrocinadora, dependendo do tempo de vinculação ao plano. É a opção menos vantajosa, já que o Participante perde a garantia da formação de um plano de previdência, além da incidência de imposto de renda.
    Portanto, leve em conta seu planejamento financeiro e previdenciário e decida pela opção que melhor se encaixar nas suas necessidades futuras.

    Com o novo Regulamento do Plano CD, houve algumas alterações nas regras dos Institutos, fique atento! Clique aqui  e confira o Regulamento completo.

     
>